Transporte rodoviário intermunicipal terá aumento de 12% em 2019 Fernando Araújo/ O Liberal

Levantamento indica que custo com transporte rodoviário interestadual esta cerca de 10% mais caro em relação ao mesmo período do ano passado. 

O custo dos transportes para os principais balneários do Pará deve aumentar a partir dessa primeira semana de julho, de acordo com estudo do Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese). Segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira (4), o curso do transporte rodoviário intermunicipal apresentou aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado. O reajuste foi autorizado pela Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon) em dezembro de 2018. Ainda de acordo com o Dieese, o transporte rodoviário interestadual também apresentou aumento de 10%. O reajuste foi autorizado pela ANTT ( Agencia Nacional de Transportes Terrestre). No caso específico da linha urbana para o distrito de Mosqueiro, a tarifa também teve reajuste. O aumento nas passagens foi autorizado pela Prefeitura de Belém em maio deste ano, quando a passagem saiu de R$ 5,30 para R$ 5,80.

Veja abaixo os valores das passagens intermunicipais
Abaetetuba: R$ 23,98;
Barcarena: R$ 23,85;
Bragança: R$ 47,50;
Cametá: R$ 56,00 (com a travessia);
Capanema: R$ 37,50;
Castanhal: R$ 13,80;
Colares: R$ 24,35;
Curuçá: R$ 30,00;
Marudá: R$ 37,00;
Mosqueiro: R$ 5,80 (ônibus urbano fora do Terminal administrado pela Prefeitura de Belém) a R$ 12,00 (Ônibus Intermunicipal da linha regular dentro do terminal administrado pela COOPETPAN);
Marabá: R$ 110,00;
Salinas: R$ 47,50;
São Caetano de Odivelas: R$ 25,80;
Tucuruí: R$ 95,50 (Diurno) e R$ 103,00 (noturno);
Vigia: R$ 20,80.

Fonte: G1/Pará

Compartilhe isso: